Ligue-se a nós

Cidades

Situação da dengue em Campos é crítica, diz diretor do CRD

Redação Informe 360

Publicado

no

A dengue é uma doença infecciosa aguda, uma arbovirose transmitida ao homem por meio da picada do mosquito Aedes aegypti. A situação da doença no estado do Rio de Janeiro nunca esteve tão crítica, segundo informou o diretor do Centro de Referência da Dengue (CRD), Luiz José de Souza. O médico ressalta que o município de Campos deve entrar em epidemia em poucos dias e demonstra preocupação, já que a cidade começou a registrar casos da patologia antes do previsto, entre os meses de janeiro e fevereiro.

O infectologista explica que, geralmente, a epidemia é localizada por regiões. No entanto, neste ano, tendo em vista o mapa do estado, a doença vem se alastrando, simultaneamente, por todas as regiões.

“Trabalho na assistência há 22 anos e nunca vi a situação chegar como estamos vendo este ano. É preciso levar em consideração, também, que chuva e calor são favoráveis para a proliferação do mosquito, por isso, que nós tivemos muitos casos em janeiro e fevereiro, período esse atípico para a região, já que o pico de dengue costuma ser nos meses de abril, maio e junho”, destacou o diretor.

Em Campos, dos quatro sorotipos existentes, o tipo 2 é o principal em circulação, há pelo menos dois anos, causando quadros de sinusites, lesão pleural e abdominal (ascite), com evolução para choque séptico. Luiz José pontua que os casos de dengue no município estão em uma proporção de 90%. Porém, há ocorrências de chikungunya e Covid-19, simultaneamente.

“Estamos trabalhando arduamente para que não tenhamos óbitos. Para isso, orientamos os munícipes para que assim que aparecerem os primeiros sintomas, iniciem o mais rápido possível a hidratação, seja com água mineral, água de coco, sucos naturais ou soro caseiro. Essa é a nossa recomendação. A dipirona também é recomendada, já que seu princípio ativo não é metabolizado pelo fígado”.

O médico aconselha que o paciente só deve procurar o CRD em caso de sinais de alarme, como dor abdominal intensa; hemorragias; queda abrupta da pressão arterial; muita prostração, entre outros sintomas. “Esses pacientes precisam estar sendo acompanhados em um hospital ou no CRD, pois o quadro pode evoluir para hipotensão, seguido de choque. Lembrando que a morte por dengue é por choque, por falta de líquido.

Anúncio

PACIENTES — A auxiliar de escritório e estudante universitária Thirza Amaral Arquejada Noronha, de 20 anos, sabe muito bem os transtornos que a doença causa, principalmente na mudança brusca da rotina, pois, dependendo do quadro, o paciente fica incapacitado até mesmo de andar.

Foto: Kelly Maria / Divulgação 

“Cheguei da faculdade nessa quinta-feira (22) com muita febre e dor no corpo. Quando foi na sexta de manhã (23), os sintomas se intensificaram e procurei o serviço de saúde”, disse ela que saiu do CRD com o retorno agendado para esta segunda-feira (26).

Já a técnica de enfermagem Joelça Gomes Rangel, de 41 anos, começou a apresentar os sintomas na última segunda-feira (19). Ela relatou que teve febre alta, dor abdominal e vômito.

Foto: Kelly Maria / Divulgação

Anúncio

“Estava muito debilitada, com dor e fraqueza nas pernas. Agora, já estou no recurso, recebendo hidratação venosa e vou retornar semana que vem para nova avaliação”.

A copeira Suelen da Silva Machado, 30 anos, conta que já teve chikungunya e agora vem sofrendo com os sintomas da dengue.

Foto: Kelly Maria / Divulgação

“Estou tendo febre, dor de cabeça, no corpo, nas articulações e muito enjoo. Não desejo para ninguém isso”.

Fonte: Secom/PMCG – Por: Kelly Maria – Foto: César Ferreira

Anúncio

Cidades

SJB dá a largada no seu Circuito Junino no próximo dia 12

Redação Informe 360

Publicado

no

Começa no dia 12 de junho o tradicional Circuito Junino de São João da Barra que engloba as celebrações em homenagem a Santo Antônio, ao padroeiro São João Batista, São Pedro e à celebração pelo aniversário de 174 de elevação da antiga Vila de São João da Praia à categoria de cidade.

A programação vai até o dia 30 de junho e conta com shows nacionais e regionais, programação religiosa, cultural e esportiva. O grupo Pique Novo é a atração principal do dia 12, na Praça Santo Antônio, e a cantora gospel Aline Barros se apresenta na Praça São João Batista no dia do aniversário da cidade, 17 de junho. Na véspera, tem show do grupo de pagode Kamisa 10, também na praça principal.

Já no dia 24, data em homenagem ao padroeiro São João Batista, tem apresentação da dupla Jads e Jadson. Outras atrações confirmadas são de Galã do Piseiro, na Praça de São Pedro, no dia 29, e o show catolico com o cantor Flávio Victor, em Capela São Pedro, na mesma data.

Além de muita música o Circuito Junino será mais uma vez marcado pelo tradicional Desfile Fluvial, no dia 23, na Sede. Os interessados em participar podem se inscrever até 20 de junho no Centro Cultural Narcisa Amália, ou na Secretaria Municipal de Pesca, em Atafona (Rua Jorge Moreira da Costa, n° 16), das 9h às 17h.

Anúncio

Também estão abertas as inscrições, até 14 de junho, para o Show de Talentos, e até o dia 25 para o Concurso Fluvial de Canoa Ornamentada. Os interessados em participar da competição, que acontecerá no dia 28, devem se inscrever de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h, no Centro Cultural Amália.

Outro evento confirmado na programação é o II Festival de Comida Típica Junina. Com valor total de R$ 10 mil para premiação, que vai contar duas categorias: Prato Típico Doce e Prato Típico Salgado, podendo o participante se inscrever nas duas modalidades. O evento acontece durante o Café Literário do Circuito Junino, no dia 19 de junho, no Centro Cultural Narcisa Amália, a partir das 19h.

Fonte: Ascom/SJB

Anúncio
Continuar Lendo

Cidades

Campos: “A Convivência é uma Ilha” de sexta a domingo no Teatro de Bolso Procópio Ferreira

Redação Informe 360

Publicado

no

O Teatro de Bolso Procópio Ferreira receberá, neste final de semana, o espetáculo teatral “A Convivência é uma Ilha”, com o Grupo Erosão. Nesta sexta-feira (31) e no sábado (1º), as apresentações serão às 20h. No domingo (2), a encenação terá início às 19h. Os ingressos custam R$ 10 (meia) e R$ 20 (inteira) e estão à venda (AQUI) e na bilheteria do teatro, uma hora antes de cada sessão. O espetáculo tem classificação 14 anos.

Com performances voltadas para produção de memória coletiva e fortalecimento da cultura de comunidades tradicionais ribeirinhas, pequenos agricultores e moradores de favela, a peça vai além dos palcos, oferecendo diversas possibilidades de interatividade com o público.

O cenário do espetáculo — em forma de vídeo instalação — poderá ser visitado, pelo público, antes e depois da encenação. Nele, momentos dos ensaios e da preparação dos atores, cenas de oficinas em comunidades e trechos da construção do espetáculo em si. Dessa forma, a peça acontece na fronteira entre o teatro e o audiovisual, causando uma experiência única.

O Grupo Erosão, responsável por toda a criação do projeto, propõe reflexões importantes em áreas impactadas por catástrofes ambientais ou construções de empreendimentos com graves impactos socioambientais.

Anúncio

A peça tem direção de Fernando Codeço e produção da CasaDuna – Centro de Arte, Pesquisa e Memória de Atafona, com assistência de direção de Guilherme Mattos. A encenação ficará a cargo dos atores Jailza Mota, Julia Naidin, Lucia Talabi, Mariana Moraes, Paul Macalli, Rachell Rosa e do ator convidado Anderson Barreto.

Governo Federal, Ministério da Cultura, Governo do Estado do Rio de Janeiro, Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa do Rio de Janeiro, por meio da Lei Paulo Gustavo, apresentam o Grupo Erosão em “A Convivência é uma Ilha”.

Fonte: Secom/PMCG – Por: Antônio Filho – Foto: Mariana Moraes / Divulgação 

Anúncio
Continuar Lendo

Cidades

SJB terá Semana do Microempreendedor Individual

Redação Informe 360

Publicado

no

A Prefeitura de São João da Barra, por meio da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Tecnológico (SMDET) juntamente com oSebrae-RJ, realizará a Semana do MEI (Microemprendedor Individual) nos dias 21, 22 e 23 de maio. O evento será na Casa do Empreendedor, na sede da SMDET, localizada na Avenida Rotary, 783, Centro, e o objetivo é promover o fortalecimento dos microempreendedores locais.

Os interessados, seja microempreendedor ou não, podem efetuar a inscrição (aqui). Os temas serão ministrados pelos consultores do Sebrae.

O evento ,que tem a parceria do Sicoob Fluminense, Câmara de Dirigentes Lojistas de São João da Barra e o programa Líder Norte Fluminense, visa proporcionar aos MEIs oportunidades para integração,capacitação e atualização de temas relevantes da categoria.

A programação inicia na terça-feira, 21, às 14h, com a Oficina Marketing Digital. Na quarta-feira, 22, no mesmo horário, Oficina Como Aumentar suas Vendas. Já na quinta-feira, 23, às 15h, haverá palestra sobre o tema: Entendendo Custos, Despesas e Preço de Venda.

Anúncio

Fonte: Secom/PMSJB

Continuar Lendo

Em Alta