Vitória cancela carnaval de rua e desfile de escolas será feito com exigência de comprovantes

A Prefeitura de Vitória cancelou o carnaval de rua deste ano em razão da pandemia da Covid-19.

No entanto, de acordo com o prefeito Lorenzo Pazolini (Republicanos), a administração municipal ainda está disposta a discutir a possibilidade de os blocos de carnaval se apresentarem em locais fechados junto com os representantes do setor.

Não temos condição de realizar os blocos de rua. Não tem segurança sanitária, de acordo com o cenário epidemiológico e o controle de pessoas vacinadas. Não temos como dar esse passo agora“, disse o prefeito.

O anúncio foi feito nesta quinta-feira (6). Na ocasião, a prefeitura também anunciou que os desfiles das escolas de samba no Sambão do Povo irão acontecer entre os dias 17 e 19 de fevereiro, mas com medidas reforçadas de controle do vírus.

Por isso, todos os participantes dos desfiles de escolas de samba terão que apresentar comprovante de vacinação contra a Covid-19, com ciclo vacinal completo, e testes PCR negativos, feitos até 72 horas antes do evento. A medida vale para foliões e trabalhadores.

Para entrar no Sambão do Povo, todos terão que usar uma pulseira, comprovando que atendem às normas sanitárias. Elas terão cores diferentes para cada dia. A distribuição das pulseiras será feita na Central do Samba, que ainda não tem local definido.

Já para quem vai desfilar, o credenciamento será feito na quadra das escolas de samba, sob supervisão da Liga das Escolas de Samba do Espírito Santo.

Nesta quinta, a Prefeitura de São Paulo já havia cancelado o carnaval de rua e mantido os desfiles no Sambódromo do Anhembi. Medida semelhante foi anunciada no Rio de Janeiro.

Fonte: G1ES

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.