Socorro na crise! “Semana começa com marca histórica de mais de mil contemplados no Juro Zero!” comemora Xambinho

Projeto de Lei possibilitou a liberação de mais de R$ 5 milhões para empreendedores capixabas

Xambinho em sessão online

A crise, motivada pelo alastramento do coronavírus (Covid-19) afetou, diretamente, o setor econômico em todo país. No estado do Espírito Santo o projeto de Lei conhecido como “Juro Zero” – de autoria do deputado estadual Alexandre Xambinho – vem socorrendo e dando fôlego aos empreendedores em suas atividades durante a pandemia.

A Aderes, órgão responsável por fazer o cadastro dos interessados no empréstimo sem juros,  informou que já identificou 6.724 comerciantes aptos a receberem o empréstimo oferecido pelo Governo do Estado através do Banestes.

Mas a semana começa com uma marca histórica!

Os dados oficiais divulgados nesta segunda-feira(8), mostrou que subiu para 1.067 o número de microempreendedores com acesso ao dinheiro, totalizando R$ 5.147,440,00 (Cinco Milhões Cento e Quarenta e Sete Mil Quatrocentos e Quarenta e Quatro Reais) que já estão sendo utilizados como capital de giro por pequenos negócios em todo o Estado.

Diante de alguns questionamentos sobre o limite do valor liberado, de R$ 5 mil por CNPJ, Alexandre Xambinho protocolou indicações formais e tratou o assunto na reunião com os representantes do Governo, reivindicando o aumento do empréstimo para R$ 15 mil. Outra boa notícia foi a inclusão de outras categorias no Juro Zero, como profissionais da cultura, motoristas de transporte escolar e microempresas de um modo geral.

Xambinho esclareceu que defende a utilização dos recursos milionários do chamado “Fundo Soberano” do Governo do Estado para socorrer o empreendedorismo capixaba. “O dinheiro está guardado para essa finalidade. Meu foco é proteger e recuperar as microempresas para salvar milhares de empregos e garantir a economia funcionando dentre das nossas comunidades”.

O Deputado preside a Frente Parlamentar de Recuperação e Proteção Econômica do Empreendedorismo Capixaba. Ele explica que a tendência é o número de cadastros aprovados e, consequentemente, o valor total disponibilizado aumentar muito nos próximos dias.

“Por ter sido implantado em caráter emergencial, o Programa Juro Zero estava meio burocratizado no início. Mas recentemente fizemos uma reunião com os presidentes da Aderes, do Banestes e do Bandes. Eles atenderam o meu pedido e diminuíram o prazo de análise para, no máximo, cinco dias. Agora, a fila está andando com velocidade”, informou Alexandre Xambinho.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.