SFI ganha um Centro Social de Reabilitação e Reintegração à Sociedade

Com o objetivo de oferecer melhor qualidade de vida às pessoas em situação de vulnerabilidade, foi criado o Centro Social de Reabilitação e Reintegração à Sociedade SOS São Francisco, no município vizinho São Francisco de Itabapoana (SFI). Além de projetos sociais, como a formação de músicos e do grupo Escoteiros Mirins, a instituição pretende desenvolver atividades em outras áreas, como saúde, educação, cultura, meio ambiente, esporte e lazer. A iniciativa é do radialista, Júlio César, campista que já atuou em diferentes municípios e estados e, há 26 anos, mora em São Francisco, dos quais 22 atuando na área social.

– Atuei em rádios de Campos, Espírito Santo, Bahia e São Paulo e há 22 anos venho atuando na área social. Temos vários projetos em diferentes áreas para minimizar as dificuldades de quem mais precisa. Entre as ações, também recebemos doação de roupas, calçados, alimentos, carrinho de bebê, cama, estofado, berço, cadeira de rodas e de banho – informa Júlio, lembrando que também pretende montar estrutura para recuperar as roupas que recebe de doação.

Segundo ele, foi montada uma diretoria para a instituição formada por pessoas engajadas e ligadas a várias áreas. “Nos reunimos em Santa Clara no dia 27 de fevereiro para um pré-lançamento do Centro Social. Na ocasião, também foi apresentado o estatuto da entidade, aprovado recentemente pelo cartório de São Francisco. Estamos muito felizes e motivados para ajudar o próximo”, reforça o presidente-fundador da entidade.

Projetos

Entre os projetos, estão a criação de uma equipe de home care para cuidar de pessoas acamadas; atendimento a gestantes e um projeto de saúde bucal. “Sabemos que muitas pessoas precisam de atendimento dentário e não têm condições para isso, por isso, estamos criando o Projeto Sorriso Largo e Bonito, onde estaremos proporcionando aquelas pessoas que necessitam de tratamento dentário, um novo sorriso, melhorando a auto-estima delas”, explica.

Na área da Educação, ele falou sobre o Projeto “Aprenda a ler e escrever”, com professores capacitados para alfabetizar adultos e, principalmente, idosos que receberão aulas sem sair de casa. “Tem pessoas adultas que não sabem escrever o nome. Então, vamos montar esse projeto para que essas pessoas aprendam a ler e escrever”.

Júlio também destacou projetos nas áreas da cultura, como o “Arte na Praça”, onde os artistas plásticos vão mostrar seu talento, assim como artesãos, café literário; meio ambiente desenvolvendo a consciência ambiental; capacitação, criando espaço e oportunidades para profissionais como capoteiro, soldador, pintor e montador, entre outros, para restaurar cadeiras de rodas, banho e outras peças de caráter especial.

Contatos

Atualmente, a entidade funciona nos endereços: Ruas Rita Maria Maron, nº18, e Rua José Luiz de Freitas, nº 22, ambos no Centro de São Francisco. Interessados em ajudar também podem entrar em contato, através do e-mail sos_saofrancisco@yahoo.com.

Fonte: Campos 24 Horas
Foto: Divulgação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.