Câmara de vereadores da Serra regulamenta o uso de veículos

Na sessão ordinária da última quarta-feira(03), o presidente da Câmara de Vereadores da Serra, Rodrigo Caldeira, abordou na tribuna o assunto sobre aquisição de veículos e combustível, que dividiu opiniões nos últimos dias na cidade.

Segundo Rodrigo, o que foi noticiado na imprensa, não condiz com a verdade e em função da repercussão negativa, fez uso de suas redes oficiais para esclarecer os fatos, e disse:

Não haverá gasto milionário com compra de 23 carros! Eu não rasgo dinheiro público! Venho aqui dar satisfação ao morador da Serra e dizer a verdade! Confira meu comunicado oficial. Não vou permitir que pessoas maldosas manchem minha imagem no município levantando inverdades sobre mim!

E gostaria de relembrar aos moradores da cidade e do Estado que prefeitos, vice-prefeitos, secretários, diretores de órgãos, deputados estaduais e federais, governador, além de membros do poder judiciário e legislativo possuem veículos públicos para trabalhar. Mesmo assim, volto a dizer: a Câmara de Vereadores da Serra, diferente de outras entidades, não vai comprar carro!” disse, Caldeira.

Na sessão de quarta-feira, o presidente voltou a abordar o assunto no plenário da Câmara afirmando que não haverá compra nem aluguel de veículos. O Projeto de Resolução visa regulamentar o que a Casa de Lei já tem para que os vereadores façam uso em função do exercício do mandato.

Rodrigo relatou que o presidente da Casa faz a regulamentação de forma administrativa e afirmou que está sendo alvo de fake news.

Acompanhe a sessão acessando o link ao lado. ASSISTA AQUI

VOTAÇÃO DO PROJETO DE RESOLUÇÃO:

Ainda na quarta-feira(03), o Plenário da Câmara aprovou o projeto de resolução em 16 votos a favor.

VEREADOR ANDERSOM MUNIZ FALOU DA AUSÊNCIA DE VEREADORES DURANTE A VOTAÇÃO

Durante a sessão, o vereador Andersom Muniz (PODEMOS), após leitura do Artigo 6 do projeto de resolução, que trata da proibição do uso de veículo oficial em excursão e passeios, trabalho entranho ao serviço público e em serviço de familiares – mostrou sua indignação  e chamou atenção para a ausência de vereadores durante a votação, como mostra parte de seu discurso, transcrito abaixo:

” ..eu acho estranho dentro de uma democracia quando nós temos parlamentares dentro da casa se escondendo, se escondendo para não votar. Acho estranho dentro de uma democracia quando esses parlamentares fogem do voto porque não sabem se justificar, ficam presos em salas anexo com medo de representar a população no voto, que vergonha é essa? Renuncia o mandato! Mas não fiquem numa sala anexo se escondendo do voto não..” disse o vereador, Muniz.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.