Projeto de lei que pede transparência na divulgação de beneficiários do auxílio emergencial é “barrado” pela Câmara de Vitória

O Projeto de Lei 133/2020, de autoria do vereador Wanderson Marinho (PSC), que propõe a garantia da publicidade e transparência no processo de pagamento do auxílio emergencial municipal aos capixabas foi “barrado” pela Comissão de Constituição de Justiça nesta quarta-feira (22).

“Queremos dar maior transparência aos capixabas sobre o processo de pagamento do auxílio emergencial, em decorrência da crise na saúde e pandemia do Novo Coronavirus. Mas infelizmente o projeto de lei, de minha autoria, foi “barrado” ontem pela Comissão de Constituição de Justiça. Isso me deixou muito triste se tratando de uma Capital que está entre as mais transparentes do país.”.

A afirmação é do vereador Wanderson Marinho (PSC) que teve o seu projeto de lei “barrado” ontem na Comissão de Constituição de Justiça, recebendo dois votos a favor da matéria e três contra. “A cidade acaba de receber um título importante no quesito transparência, mas a sensação é de que alguns parlamentares estão andando para trás. Lembrando que o governo federal também divulgou informações sobre o auxilio emergencial à população. E, nessa mesma linha, queremos prestar esclarecimentos aos capixabas sobre a origem dos recursos, como quem está recebendo o benefício e como está o processo de pagamento às famílias, entre outras informações”.

Wanderson Marinho (PSC) disse ainda que tem sido bastante procurado nas redes sociais e questionado por muitas famílias sobre a destinação dos benefícios. “Quero acompanhar como fiscalizador da cidade e, principalmente, prestar um serviço de informação aos capixabas, de maneira clara e transparente”.

Votaram contra o projeto de lei 133/2020 – que pede transparência na divulgação de beneficiários do auxílio emergencial municipal no Portal da Transparência – os vereadores Sandro Parrini, Roberto Martins e Mazinho dos Anjos. Já a favor do projeto de lei, os vereadores Leonil e Vinícius Simões.

O vereador Leonil ressalta a importância deste e outros projetos de lei do parlamentar que vêm ao encontro de interesses do cidadão capixaba. “O vereador Wanderson Marinho tem o meu total apoio. Aproveito para parabenizar o parlamentar por trazer projetos relevantes à Câmara de Vitória que visam ajudar a cidade e que ele continue nesse propósito”.

Sobre o auxílio emergencial municipal

Mais de 3.500 famílias carentes da capital podem receber o auxílio emergencial da Prefeitura de Vitória. Serão três parcelas no valor de R$ 300, totalizando R$ 900. Para recebê-lo, é necessário ter renda per capita de até meio salário mínimo, que é o equivalente a R$ 520, não ter recebido auxílio emergencial do governo federal e outros critérios que podem ser consultados no portal da Prefeitura de Vitória. Fonte: Assessoria de Imprensa Por: Tatiana Ribeiro (27) 9.9941-0275

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.