Libertadores: Flamengo vence e terá que driblar falta de tempo

Como analisar um time que vai a campo com 11 desfalques – sete deles contaminados por uma doença pandêmica – em meio a uma situação caótica que, horas antes do jogo, não tinha claro se haveria ou não partida?

O Flamengo fez o que tinha que fazer: ganhou do lanterna do grupo, se recuperou na Libertadores e volta para casa com danos minimizados após sofrer uma goleada dolorosa do Independiente del Valle.

No fim das contas, o jogo contra o Barcelona era para isso mesmo. Seria difícil cobrar um desempenho encantador em condições atípicas. Mas a partida também serviu para ilustrar algumas questões que se repetem com a equipe rubro-negra. Fonte: GE

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.