Juro Zero: Governo atende ao pedido do deputado Alexandre Xambinho e inclui novas categorias

Nessa terça-feira (23), o Governo do Estado emitiu uma circular informando aos seus agentes de crédito uma importante alteração na Linha de Microcrédito Emergencial COVID-19, mais conhecida como “Juro Zero”. A partir de agora, o empréstimo de até R$ 5 mil sem juros, com carência de seis meses, poderá ser feito também por todos os profissionais autônomos “que sejam devidamente cadastrados no órgão municipal, estadual ou nacional responsável ou que sejam contribuintes individuais da Previdência Social”.

Parlamentar em sessão online

Entre as principais categorias beneficiadas, estão os profissionais de Transporte Escolar, que precisam estar regularizados junto ao Detran-ES; e os motoristas de aplicativos, a exemplo do UBER e 99 POP, que para fazer o empréstimo devem comprovar o vínculo com a empresa contratante. Os interessados tem que fazer o cadastro no site da Aderes e o dinheiro é liberado pelo Banestes, através do “Fundo de Aval Bandes”.

Na avaliação do Deputado Alexandre Xambinho, autor do Projeto de Lei que inspirou o “Juro Zero”, a inclusão de novas categorias no Programa Emergencial representa mais uma vitória da luta dos empreendedores. Ele destaca que foram realizadas várias reuniões com os representantes da Aderes, do Banestes e do Bandes, sempre reivindicando a inclusão de novas categorias no Juro Zero.

“Além dos motoristas de transporte escolar e aplicativos de passageiros, nossa luta garantiu a inclusão no Juro Zero de vários outros profissionais autônomos, a exemplo de produtores culturais, ambulantes, pedreiros, eletricistas, mecânicos e outros”, explica Xambinho. Ele informa, ainda, que vai continuar reivindicando o aumento do empréstimo para R$ 15 mil e a inclusão de todas as microempresas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.