Itapemirim inicia operação em Congonhas e prevê voos internacionais em 2022

A Itapemirim inicia seus voos no aeroporto de Congonhas nesta terça-feira (16), com destino ao Galeão, no Rio de Janeiro. Esse é um marco para a mais nova empresa aérea brasileira, que passará a atuar no mais disputado e lucrativo aeroporto do país. Inicialmente, será uma decolagem diária, às 7h para a capital fluminense. Em seguida, o avião segue para Brasília, Recife, voltando pelas mesmas rotas e pousando às 21h na capital paulista.

Em entrevista exclusiva ao UOL, o presidente do grupo Itapemirim, Sidnei Piva, e o CEO da Itapemirim Transportes Aéreos, Adalberto Bogsan, falaram sobre as expectativas para a operação no aeroporto, diferenciais da companhia e projetos para abrir mais duas empresas aéreas a partir de 2023, uma na Europa e outra nos Estados Unidos. Também sobre os planos de voarem para outros países da América do Sul no ano que vem.

Bagagem grátis

Piva afirma que a nova rota irá manter o padrão da companhia, com aviões com menos assentos e mais espaço interno e, quando as restrições causadas pela pandemia se encerrarem, serviço de bordo de padrão internacional para uma ponte aérea. Junto a isso, é possível despachar uma bagagem de até 23 kg sem custos adicionais.

Piva diz que é estrategicamente operar em aeroportos dentro da cidade devido à praticidade e acessibilidade. O avião escolhido para a linha é o Airbus A319, configurado para 124 lugares, sendo 42 na classe Ita, com mais espaço para as pernas (86,4 cm em comparação com os 81 cm nos demais assentos). Os executivos dizem que conseguem mais espaço porque transportam menos gente. O mesmo avião A319 é operado por outras empresas com 20 passageiros a mais (144 assentos ao todo). Fonte: Uol

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.