Deputado Alexandre Xambinho defende a redução de 30% do próprio salário

Quero distância dos demagogos que fazem de tudo para votar um projeto torcendo para ele ser derrubado no Plenário ou na Justiça”, cutuca o parlamentar.

A sessão online da Assembleia Legislativa realizada no dia 06 de maio foi marcada por um rico e acalorado debate, que tem dado o que falar no meio político capixaba. Há versões diferentes circulando pela Internet. Em virtude disso, nossa reportagem foi em busca de informações seguras para que o leitor não seja manipulado por notícias falsas.

O Informe360 ouviu o deputado Alexandre Xambinho (PL), que reside no município da Serra e se destaca como um dos parlamentares que defendem o corte de 30% no próprio salário, como forma de disponibilizar mais recursos para o Estado ajudar as vítimas do coronavírus.

Segundo o Xambinho, o primeiro esclarecimento deve ser sobre o que realmente foi votado na manhã da última quarta-feira(6). Ele explica que o objetivo da votação foi decidir se um Projeto de Lei do deputado Luciano Machado seria apreciado em regime de urgência ou se tramitaria normalmente, como tantos outros.

Ainda segundo o parlamentar serrano, o impasse aconteceu porque o Projeto de Lei em questão tratava da redução em 30% dos salários apenas dos deputados estaduais, deixando de fora o governador, o vice-governador e os secretários de Estado.

Para Xambinho, isso seria injusto e incoerente: “Estamos atravessando uma grande crise, é necessário sacrifício dos principais atores políticos capixabas. O que inclui não apenas a Assembleia Legislativa, como a cúpula do Governo Estadual”. Disse.

Alexandre segue explicando que o deputado Lorenzo Pazolini apresentou uma emenda melhorando o Projeto de Lei em discussão, pois propõe o corte de 30% nos salários de deputados estaduais, governador, vice-governador e secretários de Estado.

Na visão do Xambinho não haveria tempo para debater o assunto com a seriedade necessária caso o regime de urgência fosse aprovado: “Seria gerada uma situação de grande injustiça e desequilíbrio entre as contribuições do Executivo e do Legislativo”. Acrescentou.

Eu sou totalmente favorável à redução de 30% do meu salário durante a pandemia. Quero distância daqueles que fazem de tudo para votar um projeto de forma demagógica, deixando incoerências propositais para o mesmo ser derrubado no plenário ou na Justiça”, esclarece Xambinho.

O parlamentar avalia que agora foram criadas as condições para um debate responsável sobre a redução salarial. “Estou no time dos deputados que desejam uma aprovação pra valer, que garanta a redução salarial e a ajuda concreta das vítimas do coronavírus”. Concluiu, o deputado.

One thought on “Deputado Alexandre Xambinho defende a redução de 30% do próprio salário

  • 09/05/2020 em 10:22
    Permalink

    Bom dia a todos os deputados de verdade estão de parabéns agora este pelasaco baba do governador mostrando na midia quê voto a favor da redução 30 /% ai Vandinho Casagrande não vai te da moralidade não você está defendendo o Bruno lamas é um secretário vc tá poupando os 30% deles vai cego tentando confundir o povo e por isso que eu vejo em vc não existe mais verdade agora eu vou indicar o meu amigo Alexandre xambinho este sim não é mentiroso é mais novo prefeito da serra nós estamos com vc

    Resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.