Cirurgia Robótica: médico Gustavo Peixoto realiza o primeiro procedimento no ES

O médico Gustavo Peixoto foi protagonista de um feito inédito ao comandar a equipe médica que realizou e viveu no dia 30 de julho, no hospital Meridional, em Cariacica, na Grande Vitória, a primeira experiência ao adotar a tecnologia por meio da robótica em procedimentos cirúrgicos no estado do Espírito Santo.

O médico, que é da cidade da Serra, é o coordenador do Programa de Cirurgia Robótica da Rede do Meridional, além de ser referência em cirurgia bariátrica no estado.

Em 2019 foi tomada a decisão de viabilizar uma sala para cirurgia robótica. Assinamos o contrato de compra do robô, mas no final de abril e início de março deste ano veio a pandemia que dificultou a vinda do robô para o Brasil, chegando somente em julho, que dias depois, pôde ser utilizado pela primeira vez numa cirurgia bariátrica robótica.” Disse, Dr. Peixoto.

Mas não foi somente a cirurgia bariátrica a única realizada, ocorreram outras duas cirurgias: “.. realizamos também uma cirurgia de parede abdominal e de câncer de próstata, esta ultima lideradas pelos médicos Leandro Leal e Cláudio Borges, ambas, bem sucedidas.” Concluiu.

O grande atrativo dessa tecnologia é a precisão, que rende uma recuperação mais rápida e com menos dor. Com a tecnologia, o cirurgião consegue ver imagens em 3D capturadas por uma câmera que fica dentro do paciente e guiando as incisões mínimas.

 

Momento da cirurgia.  Divulgação

O INFORME 360 apurou que, números recentes indicam um crescimento de 60% no uso da cirurgia robótica na comparação entre 2017 e 2018. “E a tendência é aumentar”, diz o médico Alexander Morrell, da Sociedade Brasileira de Cirurgia Bariátrica e Metabólica. “Uma das barreiras, o custo, tende a baixar com a entrada de novos fabricantes de robôs”, justifica.

SAIBA QUAIS SÃO AS CIRURGIAS NAS QUAIS A TÉCNICA PREDOMINA:

Hérnia abdominal: o equipamento substitui a cirurgia aberta na hora de colocar o intestino no lugar.

Tumores: o uso da tecnologia é indicado sobretudo para tratar câncer de estômago.

Vesícula: as pinças são ideais para a retirada do órgão quando há formação de pedras ali.

Bariátrica: facilita o acesso ao abdômen dos obesos para conduzir a redução do estômago.

Fonte: Da Redação com Informações da Saude.abril.com.br

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.