Castro anuncia novo calendário de pagamento de servidores do Rio

O governador do Rio, Cláudio Castro, anunciou na tarde desta quarta-feira (2) o novo calendário para o pagamento de servidores ativos, inativos e pensionistas do estado. A partir deste ano, o funcionalismo público deixará de receber no décimo dia útil e terá o dinheiro em conta sempre no terceiro dia útil do mês. No entanto, neste mês, haverá exceção e o salário será liberado na sexta-feira (4). No Rio, ao todo, mais de 460 mil servidores fazem parte da folha de pagamento do estado.
Durante coletiva realizada no Palácio Guanabara, em Laranjeiras, na Zona Sul do Rio, também foi anunciado os dias que serão liberadas a primeira e segunda parcela do 13º salário deste ano. A primeira leva está prevista para o dia 30 de junho, enquanto a segunda no dia 20 de dezembro.
O chefe do Executivo destacou que o prazo de pagamento até o décimo dia útil do mês tinha sido estabelecido desde 2016 em razão da verba proveniente do recolhimento de ICMS. No entanto, o estado atravessou até 2020 a sua maior crise histórica e não conseguia celebrar o acordo.
Porém, após conseguir melhorar a situação financeira em razão do aumento do preço do barril do petróleo, alta do dólar e uma questão administrativa, o governo do estado conseguiu se ver em uma situação mais confortável e realizar todos os pagamentos previstos. Além disso, Castro argumentou que a mudança no calendário também se deu a partir da reclamação de servidores.
“Os servidores vão voltar a ter previsibilidade. Ouvimos reclamação recorrente dos servidores de que eles pagam muita multa e muitos juros. Isso gera uma redução no poder de compra dos consumidores”, pontuou ele.
O governador do Rio celebrou o anúncio e disse que não há qualquer possibilidade do calendário sofrer alterações. “O pagamento dos servidores no terceiro dia útil do mês gera previsibilidade e garantia de que a quantia será efetuada com o dinheiro do mês vigente. Foi um plano bem estudado para ter dinheiro em caixa para honrar com o calendário de pagamentos”, afirmou Castro.
O valor líquido da folha de pagamento será de R$ 2 bilhões mensalmente. A alteração no calendário de pagamento será publicada ainda hoje em edição extra do Diário Oficial. No anúncio, Castro destacou que, neste ano, haverá um equilíbrio histórico nas contas públicas do estado e também que a Lei Orçamentária não terá déficit pela primeira vez em cinco anos.

Na coletiva, o governador do Rio lembrou que, no fim do ano passado, o governo antecipou o pagamento de dezembro e quitou no dia 30. Foi a primeira vez que a atual gestão realizou o pagamento da última folha de 2021 dentro próprio mês, antes da virada para 2022, e Castro destacou que foram liberadas 14 folhas de pagamento no ano passado.

Confira calendário de 2022

Mês                        Previsão de crédito

Janeiro                       4 de fevereiro
Fevereiro                    4 de março
Março                         5 de abril
Abril                           4 de maio
Maio                           3 de junho
Junho                         5 de julho
Julho                          3 de agosto
Agosto                        5 de setembro
Setembro                    5 de outubro
Outubro                      4 de novembro
Novembro                   5 de dezembro
Dezembro                   4 de janeiro

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.