fbpx

Vereador de Vitória pede prorrogação do auxílio emergencial municipal até dezembro de 2020

O vereador de Vitória Wanderson Marinho (PSC) protocolou, esta semana (4/8), indicação pedindo ao prefeito Luciano Rezende que estude a possibilidade de prorrogação do auxílio emergencial municipal até dezembro.

O vereador de Vitória Wanderson Marinho (PSC) protocolou, na últimoa semana (4/8), indicação pedindo ao prefeito Luciano Rezende que estude a possibilidade de prorrogação do auxílio emergencial municipal por mais três meses, ou seja, até dezembro de 2020. O parlamentar foi um dos vereadores que lutou pelo benefício às famílias carentes do município, fazendo o primeiro pedido ao Executivo em junho, por meio de indicação. Em julho, o prefeito Luciano Rezende anunciou a medida à população.

Segundo o parlamentar, a lei do auxílio emergencial municipal prevê o pagamento do benefício por três meses. E, como as famílias já começaram a receber a primeira parcela no final de julho, elas terão apenas mais dois meses de acesso ao benefício, sendo que a pandemia e economia não dão sinal de arrefecimento. “O benefício foi crucial para garantir um mínimo de dignidade às famílias carentes nesse momento de angústia, dando um suporte financeiro no orçamento do lar, como alimentação e despesas. Estender o auxílio emergencial municipal até dezembro também vai ajudar a manter o comércio aquecido, e que parte do gasto volta ao poder público na forma de arrecadação”, diz.

Wanderson Marinho (PSC) ressalta ainda que manter o auxílio emergencial significa dar previsibilidade para a operação de diversas empresas, principalmente, os pequenos e médios negócios, evitando mais falências e demissões. “É uma forma de fazer a economia girar, mesmo que seja, de maneira lenta, em função da crise na saúde pública em todo o país”, comenta.

Cerca de três mil famílias carentes da capital estão recebendo o auxílio emergencial da Prefeitura de Vitória. Ao todo, são três parcelas no valor de R$ 300, totalizando R$ 900. Se o benefício for estendido até dezembro de 2020, serão mais três parcelas no valor de R$ 300, totalizando R$ 900. Assim, o auxílio emergencial municipal somará R$ 1.800.

Para recebê-lo, é necessário ter renda per capita de até meio salário mínimo, que é o equivalente a R$ 520, não ter recebido auxílio emergencial do governo federal e outros critérios que podem ser consultados no portal da Prefeitura de Vitória.

Fonte: ▶️Informações à imprensa:
Tatiana Ribeiro: (27) 9.9941-0275

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.